O que existe em comum entre o MUDE, Dire Straits e o Templo de Israel

“E aconteceu, naquela mesma noite, que o Senhor lhe disse: Toma o boi de teu pai, a saber, o segundo boi de sete anos, e derriba o altar de Baal,

E edifica ao Senhor teu Deus um altar no cume deste lugar forte, num lugar conveniente: e toma um segundo boi, e o oferecerás em holocausto com a lenha que cortares do bosque”, que é de teu pai; e corta o bosque que está ao pé dele.

Juizes 6 versos 25 e 26.

O MUDE possui um chamado de Deus específico, que é destruir estruturas espirituais malignas através de uma estratégia que denominamos de TROCA DE ALTARES.
Estivemos em vários locais, obedecendo esse chamado, em Belo Horizonte (nossa cidade), em várias outras cidades do Brasil e até em outros países como Suíça, Portugal, França e Inglaterra.
Assim como Gideão foi orientado a fazer pelo Anjo do Senhor, cremos que o mesmo ocorreu conosco. Chegamos nos locais que o Senhor nos orienta para irmos, e em oração, buscamos onde o inimigo tem colocado os seus altares, e então os anulamos espiritualmente, e em seguida, estabelecemos um outro ao Senhor.

Por consequência, temos experimentado grandes vitórias, com o fim de várias “festas” demoníacas que se renovavam anualmente. Sabemos que o Senhor é o único que é digno de receber adoração, mas o inimigo sempre buscou impedir isso, para que ele então fosse adorado, e infelizmente a humanidade tem se corrompido nesse engano e colhido as nefastas consequências desses atos.

Assim como Gideão, que permaneceu firme no chamado de Deus, mesmo sofrendo fortes retaliações dos moradores de sua cidade natal e de seus próprios parentes, que quase custou sua própria vida, o MUDE permanece fiel ao seu chamado apesar de terríveis represálias e retaliações. Recentemente estudamos sobre o número 4 na palavra de Deus e constatamos algo maravilhoso, que nos motivou a prosseguir confiante nas batalhas.

Em Gênesis capítulo 1, verso 14 e 19, está escrito: “E disse Deus: Haja luminares na expansão dos céus, para haver separação entre o dia e a noite; e sejam eles para SINAIS e para TEMPOS DETERMINADOS e para DIAS e ANOS”.
“E foi a tarde e manhã o QUARTO dia”.

Constatamos que Deus coloca o número 4 como tempo de provação, tratamento e de purificação.
Vejamos estas provas:

  • Quantos dias e noites choveu sobre a terra no dilúvio? 40. E Noé, assim que saiu da arca, edificou um altar ao Senhor.
  • Quantos anos Deus falou a Abraão que sua descendência ficaria peregrina em uma terra que não seria dela? 400 anos.
  • E qual geração tornaria para onde ele (Abraão) estava? A quarta (4).
    Abraão recebeu a ordem de sacrificar seu filho em um dia e depois caminhou mais Três até o monte na terra de Moriá, completando os 4 piores dias de sua vida.
  • Com quantos anos tomou Isaque a Rebeca como esposa? Sim, 40 anos.
  • Qual o QUARTO filho de Jacó que Deus escolheu para ser da ascendência de Seu filho Jesus? Judá.
  • Quantos homens estavam com Esaú para provar a Jacó? 400.
  • Israel fica 430 anos no Egito. Moisés tem 3 fases distintas de 40 anos.
  • Moisés faz 2 jejuns de 40 dias no monte sinai.
  • O povo de Israel fica 40 anos no deserto.
  • Moises morre aos 120 anos, 3×40 e seu sucessor Josué também morre com a mesma idade.
  • Depois da morte de Josué o povo se corrompe pela idolatria e começa as maldições que vão até a terceira e QUARTA geração daqueles que aborrecem a Deus.
  • Várias vezes aparece o período de 40 anos no livro de Juízes para tribulação de Israel.
  • Elias jejuou e caminhou por 40 dias. Jesus também jejua por 40 dias, e por fim Jesus espera para que Lazaro fique 4 dias morto.

Sabe quantos anos tem que o MUDE foi criado? Há exatos 4 anos, eu , Denis Rodrigues, passava pelo momento mais triste de minha vida e foi ai que iniciava esse ministério. Aos 49 anos e faltando apenas 1 ano para o meu jubileu.

Agora vocês devem estar se perguntando. O que isso tem relação com Dire Straits e o templo de Israel? Vamos lá!
Quando Israel cometeu as maiores idolatrias de sua história, eles trocaram o altar de adoração de Deus e adoraram os deuses falsos que os enganavam com a proposta de que seriam prósperos, e eles com isso quebravam o primeiro mandamento da lei do Senhor. A maior consequência desta maldade com o Eterno Deus, foi a destruição dos dois templos e da dispersão desse povo pela terra.

Todos os anos na virada do QUARTO mês do calendário religioso judaico, chamado Tamuz, para o quinto mês chamado Av, é lamentada a queda dos dois templos, isso mesmo! Eles caíram coincidentemente nessa mesma data e também nesta mesma data, foi que morreu o sumo sacerdote Arão, que representa o ministério Levítico. Os judeus ficam vinte e um dias, se lamentando, nesta , que para eles é a data mais triste de seu calendário. Esses dias são chamados de Tisha b’av e que em inglês se chama DIRE STRAITS.

Essa expressão idiomática tem muitos sentidos, como: Em apuros, em maus lençóis, em angústia ou provação e por fim em aperto financeiro, sem dinheiro, que no caso da banda londrina de rock, que recebeu de um amigo esse nome por julgar que não daria em nada e que seriam pobres financeiramente.
Agora vejam que fato interessante e de grande coincidência. A banda Dire Straits, foi criada por dois irmãos judeus há exatos 40 anos! Em 1977, e uma de suas principais musicas se chama: Money for nothing (dinheiro para nada), que foi uma das precursoras da MTV e a Sultans of swing (sultões do balanço) que conta a historia de uma banda pobre de baile em Londres.

O MUDE possui uma banda, e nosso maior alvo é adoração e pregação do evangelho por meio da troca de altar e não nos corrompemos pela adoração ao maior ídolo da atualidade: MAMOM!!!
Como recomenda o apóstolo Paulo a seu discípulo Timóteo: “Porque nada trouxemos para esse mundo, e manifesto é que nada podemos levar dele.

Tendo, porem, sustento, e com que nos cobrirmos, estejamos com isso contentes.
Mas os que querem ser ricos caem em tentação e em laço, e em muitas concupiscências loucas e nocivas, que submergem os homens na perdição e ruína.

Porque o amor (adoração) do dinheiro é a raiz de toda a espécie de males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se transpassaram a si mesmos com muitas dores”. I a Timóteo 6 de 7 a 10.

Por fim quero deixar aqui as palavras de nosso Mestre, Salvador e Deus: “Ninguém pode servir(adorar) a dois senhores; Não podeis amar ou servir (adorar) a Deus e as riquezas (Mamom) ao mesmo tempo”.